Portal Destaque
Domingo, 11 de Abril de 2021
Siga a Prefeitura no Facebook
PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTA MARIA DO HERVAL
img_1 img_2 img_3 img_4 img_5 img_6 img_7 img_8 img_9 img_10 img_11 img_12

Pontos Turísticos

Você está em: Atrativos > Pontos Turísticos

Igreja Matriz Nossa Senhora Auxiliadora
 

Em 1854 vieram da região do Hunsrik da Alemanha os primeiros colonos para se instalar nas terras de Santa Maria do Herval. Quando aqui chegaram encontraram toda região coberta de mato, muitos pinheiros(araucárias), não encontraram nenhuma infra-estrutura, sem estradas, nem casas de moradias, pontes, moinhos, capelas ou escolas. Era muito difícil, recomeçar do nada, numa região áspera, com animais ferozes e índios, só pessoas com muita fé, esperança e coragem podiam vencer as dificuldades que os esperavam.

Como os primeiros moradores imigrantes eram pessoas de muita fé e entregaram a sua sorte e sobrevivência a Deus a aos santos da Igreja.

A primeira igreja da sede do Teewald(S.M.H), foi construída na Vila Ferraria, junto a ela uma escola e um cemitério.

Em 1860, começaram as obras de construção da capela, eram 12 colonos com suas famílias com poucos recursos, com grandes espirito comunitário, formaram a primeira comunidade religiosa de Santa Maria do Herval.

Além da capela, construíam a escola e o cemitério da comunidade. Foi escolhido pelos membros da comunidade Theodor Kroetz como 1°presidente da comunidade e o primeiro professor.

Os fundadores da comunidade e da construção da Capela:

Theodor Kröetz(1°presidente e professor), Jacob Schneck, Dionísio Eich, Peter Vier, Johann Wagner, Michael Kolling, Nicolaus Seger, Johann Dessoy, Johann Zimmer, Johannes Weber, Peter Horbach e Peter Gabriel.

As terras para a construção da capela, cemitério e escola, foram compradas do colono Peter Vier, por 24 mil réis, sendo que cada colono pagou dois mil réis ao proprietário.

Inauguração da capela:

A capela foi inaugurada no dia 20 de julho de 1862 pelo Pe, Franz Josef Haag S.J. que era o pároco da paróquia São Miguel de Dois Irmãos. Foi escolhido como padroeira da capela e da comunidade, Nossa Senhora Auxiliadora(Mutter Immerväerende der Hilfe)

Pela Igreja católica a data é comemorada no dia 24 de maio. Os 12 colonos decidiram que seu Kerb ou Festa da Padroeira seria feito no domingo mais próximo do dia 24 de maio, com a mais solene festividade. Ao lado do prédio da capela, fizeram seu cemitério, onde foram enterrados os primeiros imigrantes e seus descendentes.

Em 1863, a comunidade adquiriu seu primeiro sino, mais tarde em 1876, o carpinteiro Goohthieb Muller e o funileiro Otto Wulitzer, revestiram a torre com zinco, e em 1879, Mathias Kolling instalou os bancos na capela.

Em 1870, vieram de Munique, da Alemanha as estátuas de Nossa Senhora Auxiliadora, Sagrado Coração de Jesus, e de São José, que até hoje estão nos altares da atual Igreja Matriz.

Construção de uma nova capela:

A comunidade em 1908, após uma violenta tempestade que atingiu o local onde estava erguida a capela, que foi parcialmente destruída, sua cobertura arrancada, a torre e o sino jogados para longe, os moradores e associados da capela resolveram erguer uma nova capela mais perto do Rio Cadeia em função de ter um lugar e espaço físico melhor para a capela e cemitério.

Inicialmente foi comprado um terreno de 0,657 hectares de Theodor Kröetz, em 1909, mais tarde em 1917 adquiriram mais uma área de 2,3 hectares de João Staub.

A pedra angular da construção da nova capela foi colocada em 1909 com a benção do Pe. Jorge Badde S.J., pároco da Paróquia São Miguel de Dois Irmãos, em poucos anos de construção, a comunidade conseguiu concluir a nova capela, uma ampla casa paroquial e uma escola paroquial. Naquela época a comunidade católica Nossa Senhora Auxiliadora possuía 123 associados.

Possuiu três altares, tendo o central instalado em 1933 e os altares laterais em 1934, por Leopoldo Gegler, feitos totalmente de cedro.

Criação da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora:

Com o aumento da população da Paróquia São Miguel e para melhor atender os fiéis, o Bispo Dom João Becker criou a Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora em 11 de fevereiro de 1931, desmembrando da paróquia São Miguel de Dois Irmãos.

O primeiro pároco nomeado pelo Bispo foi Cônego Afonso Scherer, que tomou posse no dia 22 de fevereiro de 1931.

Com a criação da Paróquia, a capela Nossa Senhora Auxiliadora transformou-se em Matriz, passou por uma ampliação de sete metros, além da torre e uma total reforma interna e externa, a conclusão das obras ocorreram em 1935. O aumento da Igreja com a torre foi projetado pelo engenheiro José Pohl.

A primeira missão na nova paróquia foi pregada pelos padres redentoristas:

-Pe. Thiago Klinger, Pe. Ignácio Herth, Pe. Germano Köenig.

No dia 12 de junho de 1959, o engenheiro Arnaldo da Costa Prieto, de São Leopoldo, fez uma vistoria completa na Igreja Matriz, que apresentava alguns defeitos e necessitava de uma reforma geral. A cobertura que era de telhas de cimento, foi trocada por uma cobertura de zinco, um telhado mais leve. Além disso, foi feita uma pintura interna e externa, mais alguns pequenos reparos.

Até o ano de 1964 a Igreja possuía somente dois sinos, que acabaram por serem vendidos: o maior para a capela de Morro dos Bugres e o menor para uma capela em Gramado.

Com isso a igreja adquiriu um novo carrilhão, este com três sinos.

Após muito trabalho, os técnicos e instaladores conseguiram, em 06 de junho de 1964, concluir o trabalho, quando no sábado de tarde foram tocados pela primeira vez os três sinos. Até os dias atuais os sinos badalam na torre da Matriz.

Situada na esquina Rua 12 de Maio com Rua Cônego Afonso Wiest, centro.

Mais informações com a Secretaria de Turismo pelo fone 051 3500 3322;

IGREJA MATRIZALTAR CENTRALINTERIOR MATRIZINTERIOR MATRIZ
VOLTAR
ENDEREÇO
Rua Benno Closs, 88
Centro
Santa Maria do Herval - RS
CEP:93995-000
HORÁRIO DE ATENDIMENTO
PREFEITURA MUNICIPAL
Segunda à Sexta-feira:
07:00 h às 13:00 h
Prefeitura Municipal de Santa Maria do Herval - Copyright© 2015.